COMPORTAMENTOS E CARACTERÍSTICAS EMPREENDEDORAS

Você se considera uma pessoa empreendedora?

Muitas pessoas não entendem seu lado empreendedor, pois não conseguem descrever o que é. Em minhas palestras e cursos que abrangem os comportamentos empreendedores, tenho perguntado aos participantes: Você se considera uma pessoa empreendedora? Sim ou Não? E, aparecem muitas respostas como:

  1. Acredito que sim, pois montei uma empresa;
  2. Eu sou, pois sei como ter resultados profissionais;
  3. Acho que sou, mas não sei explicar.

E assim vai…

Explico que pessoas são empreendedoras através dos comportamentos que possuem dentro de si, mas é preciso identificá-los e desenvolvê-los, pois todos têm e até utilizam, mas não sabem disso e por não saberem, não conseguem enxergar seus resultados.

A Formação Empreendedora é um curso onde aumentamos a percepção dos participantes a respeito dos 10 Comportamentos e Características Empreendedoras que melhoram resultados. Aplicamos entrevista escrita e avaliamos os participantes em como estão sendo aplicados os comportamentos em sua vida profissional.

Há certa confusão que empreendedor é apenas quem abre uma empresa e vira um empresário, porém quando apresentamos que ser empreendedor é ter comportamentos e aplicá-los no seu dia-a-dia conseguimos ao final do curso dar maior clareza aos participantes a respeito deste assunto.

Outro aspecto a respeito é que durante muito tempo acreditou-se que: ou se nascia empreendedor ou não tinha como se desenvolver um empreendedor. Essa tese caiu por terra quando estudiosos do empreendedorismo e comportamentos humanos começaram a mapear comportamentos empreendedores e identificaram que era possível, sim, desenvolver uma atitude empreendedora.

Diante da descoberta do pesquisador americano da Universidade de Havard, Dr. David McClelland, “O que faz a diferença entre o fracasso e sucesso é o que as pessoas fazem com os recursos que elas tem!”, a ONU (Organização das Nações Unidas) encomendou um estudo ao pesquisador para descobrir comportamentos e caraterísticas dos empreendedores de sucesso. Ela acredita na força do empreendedor e enxerga através do desenvolvimento do empreendedorismo o melhor caminho para o desenvolvimento de uma nação ou de uma sociedade.

O Dr. McClelland realizou a pesquisa na década de 60 com 200 empreendedores por um período de 2 anos em 3 continentes. O objetivo era mapear o que esses empreendedores tinham ou faziam de diferente em seus negócios e identificar um conjunto de características que compõem o perfil ideal para se empreender. Com a conclusão do trabalho, ele chegou a 3 pontos importantes:

1º Os empreendedores não tinham alto nível de escolaridade, ou seja, tinham pouco estudo. No entanto, tinham muita coragem e ousadia nos negócios, o que ajudava a ter sucesso na época. Isso não quer dizer que você não deva estudar. Hoje o acesso à informação é mais rápido e o conhecimento é um dos pilares para o desenvolvimento de uma competência.

2º Esses empreendedores tinham quebrado um negócio em média 3 vezes. Calma, você não precisa falir um negócio para chegar ao sucesso. O que esses empreendedores faziam na época era encarar a falência da empresa como um aprendizado para ter força, mais maturidade e começar o novo negócio de forma melhor.

3º Os empreendedores pesquisados tinham comportamentos em comum que praticavam em seus negócios.

 

OS COMPORTAMENTOS EMPREENDEDORES

Os 10 comportamentos empreendedores foram divididos em três grandes conjuntos, a saber, Realização, Planejamento, Poder e 30 características para aplicar na sua vida conforme abaixo:

CONJUNTO DE REALIZAÇÃO:

1. Busca de oportunidade e iniciativa

a) Faz as coisas antes de solicitado, ou antes, de forçado pelas circunstâncias;

b) Age para expandir o negócio a novas áreas, produtos ou serviços;

c) Aproveita oportunidades fora do comum para começar um negócio, obter financiamentos, equipamentos, terrenos, local de trabalho ou assistência.

2. Correr riscos calculados

a) Avalia as alternativas e calcula riscos deliberadamente;

b) Age para reduzir os riscos ou controlar os resultados;

c) Coloca-se em situações que implicam desafios ou riscos moderados.

3. Exigência de qualidade e eficiência

a) Encontra maneiras de fazer as coisas melhor, mais rápidas ou mais barato;

b) Age de maneira a fazer coisas que satisfaçam ou excedam padrões de excelência;

c) Desenvolve ou utiliza procedimentos para assegurar que o trabalho seja terminado a tempo ou que atenda a padrões de qualidade previamente combinados.

4. Persistência

a) Age diante de um obstáculo significativo;

b) Age repetidamente ou muda de estratégia a fim de enfrentar um desafio ou superar um obstáculo;

c) Faz um sacrifício pessoal ou despende um esforço extraordinário para completar a tarefa.

5. Comprometimento

a) Atribui a si mesmo e a seu comportamento as causas de seus sucessos e fracassos e assume a responsabilidade pessoal pelos resultados obtidos;

b) Colabora com os empregados ou coloca-se no lugar deles, se necessário, para terminar a tarefa;

c) Esforça-se para manter os clientes satisfeitos e coloca a boa vontade a longo prazo acima do lucro a curto prazo.

CONJUNTO DE PLANEJAMENTO:

6. Busca de informações

a) Dedica-se pessoalmente a obter informações de clientes, fornecedores ou concorrentes;

b) Investiga pessoalmente como fabricar um produto ou proporcionar um serviço;

c) Consulta especialista para obter assessoria técnica ou comercial.

7. Estabelecimento de metas

a) Estabelece metas e objetivos que são desafiantes e que têm significado pessoal;

b) Tem visão de longo prazo, clara e específica;

c) Estabelece objetivos de curto prazo, mensuráveis.

8. Planejamento e monitoramento sistemáticos

a) Planeja dividindo tarefas de grande porte em sub tarefas com prazos definidos;

b) Constantemente revisa seus planos levando em conta os resultados obtidos e mudanças circunstanciais;

c) Mantém registros financeiros e utiliza-os para tomar decisões.

CONJUNTO DO PODER:

9. Persuasão e rede de contatos

a) Utiliza estratégias deliberadas para influenciar ou persuadir os outros;

b) Utiliza pessoas chave como agentes para atingir seus próprios objetivos;

c) Age para desenvolver e manter relações comerciais.

10. Independência e autoconfiança

a) Busca autonomia em relação a normas e controles dos outros;

b) Mantém seu ponto de vista, mesmo diante da oposição ou de resultados inicialmente desanimadores;

c) Expressa confiança na sua própria capacidade de completar uma tarefa difícil ou de enfrentar um desafio.

O empreendedor com as caraterísticas e competências empreendedoras bem desenvolvidas geralmente tem a capacidade de perceber oportunidades de negócio com mais facilidade e antes do senso comum. Estas oportunidades podem estar relacionadas a criar um novo negócio, reinventar ou inovar num negócio e facilita a alcançar os resultados esperados.

A Formação Empreendedora proporciona mudanças em sua vida e mostra quanto recurso interno disponível você tem adormecido. Seja uma pessoa ousada, se atualize, entenda o cenário atual da economia e do mercado, entenda que aliado aos seus comportamentos em busca de melhores resultados tem um mercado com desemprego em alta gerado pela inserção da tecnologia nos postos de trabalho. Tenha como aliado uma oportunidade real de ser empreendedor digital e venha na Yamada Educação assistir esta formação e escolher seu caminho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *